Ervas e Benzimento

 

 

Essa sessão eu dedico às minhas Ancestrais, dedico às MARIAS da minha vida, Maria Petronilia - minha Bisavó, Maria Selina – minha Avó e Maria do Carmo – Minha Mãe.

Tenho a ventura de pertencer a esse clã de mulheres da terra, de sábias erveiras, cujas mãos transformam em vida pujante qualquer galhinho lascado...

Que honra a minha de receber o legado do sagrado dom do benzimento!

O benzimento que minha Mãe me passou e que recebeu da minha Avó, e que minha Avó recebeu da mãe dela, e que, possivelmente, veio da Ancestralidade que as antecederam!

A arte do benzimento pode ser associada a outras técnicas, como o reiki, a cura prânica, a apometria, enfim todas as ferramentas são válidas quando o objetivo é auxiliar o próximo.

Todavia, o benzimento não deve ser cobrado, assim eu aprendi com as minhas Ancestrais.

 

 

 

Esse é o rezo da Bisavó Maria Petronilia:

     “São Virtuoso

      Eu sempre coso

      Osso quebrado

      Carne rendida

      E nervo torto”

 

O rezo é feito por três vezes com uma “amarração” de três nós em capim verde.

O ritual também comporta a oração do Pai Nosso e da Ave Maria.

Eu tomo a sagrada bênção de Minhas Ancestrais, para ser portadora desse legado, e prometo honrá-lo com dedicação, seriedade e amor.

O cultivo das plantinhas que eu indico ou uso, é feito por minha mãe pessoalmente, uma habilidosa erveira, conhecedora de temperos, chás, banhos e das propriedades medicinais das plantas.

Que Bênção ter minha Mãe comigo! Gratidão pelo privilégio de ser sua filha, Dona Maria do Carmo.

Gratidão às Marias da Minha Vida!

 

Se você ficou com alguma dúvida, estou inteiramente a sua disposição para conversarmos, acesse meus canais de contato na seção Fale conosco.